quinta-feira, 31 de outubro de 2013

SAUDADE INVERTIDA


Ah, essa louca saudade invertida,
De uma boca ainda não beijada,
De uma noite ainda não amada
Na plenitude da paixão incontida!

Ah, essa louca saudade invertida,
Do seu cheiro, ainda desconhecido,
Do seu abraço, no meu, adormecido,
Da minha vida junto da tua vida!

Ah, essa louca saudade invertida,
Me trás lembranças de um futuro
Que um dia haverá (eu te juro!),
Invertendo essa saudade invertida!

Nenhum comentário: