sábado, 23 de março de 2013

LING LING

“Me dê 300,
Pr’eu comprar pão de 200
E eles me voltá 500”!

Desde menino
O filho do velho Ernesto
Sempre trabalhou honesto
Já de cedo labutou

Sorriso aberto
Sol a sol na sua luta
Pelas ruas da cidade
Ling Ling é o senhor

“Me dê 300,
Pr’eu comprar pão de 200
E eles me voltá 500”!

E se um safado
A ele grita “olha o cágado”
Perde logo a estribeira
Voa pedra sem pudor

Mas é ordeiro
É pacato, é do bem.
Reconhece todo mundo
“Ói o filho de alguém”...

“Me dê 300,
Pr’eu comprar pão de 200
E eles me voltá 500”!

Em Santo Amaro
Todo mundo lhe conhece
Capina, lava e varre!
Também é bom catador!

E é pra ele
Ícone da minha terra
Que esses versos encerram
Meu carinho e louvor!

“Me dê 300,
Pr’eu comprar pão de 200
E eles me voltá 500”!

sexta-feira, 1 de março de 2013

BENDITOS MALDITOS



Itamar Assumpção, Jorge Mautner, Jards Macalé...
Walter Franco, Sérgio Sampaio, Arrigo Barnabé...
Se você não consegue mergulhar fundo nessa maré,
Fica na areia! Pois essa água, pra você, não dá pé!