sexta-feira, 27 de novembro de 2009

SILENCIADO

Que a navalha escondida
No som das minhas palavras
Corte-me a garganta
E emudeça-me
Antes que,
Mesmo sem querer,
Possa ferir-te,
Ainda que de raspão.

3 comentários:

Elainesartori disse...

Belíssimo e forte.
Adorei.
Beijos.
Elaine.

espelhoabstrato disse...

!!!!!!!!!!!!!!!!!
Bravo!

fabiana disse...

Kinho,
Se feriste quem tu amas,
pare! Pense e converse com teu coração, tenho certeza que o amor
que tu sentes transcederás,
todas as barreiras.