terça-feira, 12 de maio de 2009

MOMENTO (LETRA: CARLOS SAMPAIO / MÚSICA: WILSON ARAGÃO)

Chove inconsequente na província,

Vesperal de inverno.

As noites são aquáticas

Navegamos ruas etílicas

Quando não mais escutamos

O solfejar do cancioneiro gitano.

No pelourinho cresce o sexo

Anísio melhor hasteia a bandeira,

Livre do são João de Deus.


Chove inconsequente na província,

Vesperal de inverno.

Camacã conta o mundo

Edson Diniz teme a execução de Bach

Jehová de Carvalho é passo na noite

E a égua relincha madrinhando estradas.


Chove inconsequente na província,

Vesperal de inverno.

Cuide Nery dos loucos

Pois a viagem se fez viúva

Com a morte do seu amor turístico,

Quando o navio apitou.


Chove inconsequente na província,

Vesperal de inverno.

Se as noites são aquáticas

E navegamos ruas etílicas

Meus cavalos partem em despedida de tempo


CLIQUE AQUI E ASSISTA AO VÍDEO COM WILSON ARAGÃO

Nenhum comentário: