quinta-feira, 18 de setembro de 2008

METAMORFOSE (MÁRCIA ALMEIDA)

Nem eu, nem o espelho

Nem o fundo dos meus olhos

Me revela sobre mim agora.

E sigo assim e já não sei

Se sou guerreira, forte

Em meu tentar ser gente

Ou se frágil plantinha

Que me sinto hoje

A esperar pelo orvalho

De qualquer manhã

Ainda não chegada.


Conheça a autora em

http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=9738012589616944871


Nenhum comentário: