terça-feira, 10 de abril de 2007

CANÇÃO DE ALMAS (SANDRAH)


Tarde de sol
Nossos corpos
Se encontram
telepaticamente
Carícias avassaladoras
Beijos intensos
Mansos serenos
Nos entrelaçamos
Tenho você em mim
Te arranho
Te grito
Desejo infinito
Nos amamos
Com mansidão e sofreguidão
E num gozo sem limites
Nos perdemos por segundos
E nos achamos na loucura
Desejo e amor se misturam
E nos abraçamos loucamente
Com doces carícias, relaxamos
Corpos suados
Cheiros se confundem
E nesse silêncio
Ecoa a canção de nossas almas
Canção de amor e desejo.


In ‘Recanto das Letras’
http://www.recantodasletras.com.br/autores/sandrah

Nenhum comentário: